A Comissão de Seguridade Social e Família aprovou o Projeto de Lei 6751/10, do Senado, que permite ao detentor da guarda ou posse do menor requerer ao juiz a proibição de determinada pessoa se aproximar da criança ou do adolescente.

Segundo o autor do projeto, senador Paulo Paim (PT-RS), a medida pretende dar mais garantias judiciais aos menores em risco de sofrer assédio por parte de pedófilos e traficantes. 

Lucio Bernardo Jr. / Câmara dos Deputados

Flávia Morais: medida garante aos pais meios de proteger crianças

O projeto possibilita, ainda, que o detentor da guarda requeira ao juiz medidas necessárias para assegurar a integridade física da criança ou do adolescente.

Para a relatora na comissão, deputada Flávia Morais (PDT-GO), a mudança garante aos pais ou responsáveis meios de proteger a integridade de crianças e adolescentes, “evitando a aproximação de más companhias”.

Morais alterou a redação do projeto para ficar mais claro o caráter cautelar da medida, a pedido do deputado Mandetta (DEM-MS).

A proposta altera o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA – Lei 8069/90).

Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo com regime de prioridade e ainda será analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (inclusive quanto ao mérito).

Fonte: Câmara dos Deputados

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.