Crédito: Shutterstock

A Cervejaria Pratinha, de Ribeirão Preto (SP), desenvolveu um aplicativo chamado Beer Hack App que permite aos usuários contribuírem com o processo de produção da bebida. Depois de se cadastrar com login e senha, o usuário poderá alterar, de acordo com suas preferências, o teor alcoólico, o IBU (amargor) e a coloração da cerveja (baseada na quantidade de malte).

Ao final de um determinado período, a Pratinha fará uma média dos valores escolhidos pelos consumidores, fabricará a cerveja e avisará todas as pessoas que ajudaram no processo de que ela estará à venda em edição limitada. A primeira versão feita com o app, disponível para Android e iOS, chegará ao mercado na segunda quinzena de outubro.

 

 

 

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Central da Pauta.